Ouro Negro
English

Produtos e Serviços

Sistema MODA

Sistema MODA

Um dos principais mecanismos de falha em risers flexíveis é o rompimento de arames da armadura de tração. A experiência tem mostrado que esta classe de dano tende a surgir primariamente na parte emersa do riser, próximo à sua terminação. A ruptura dos arames ocorre de forma progressiva, podendo ser causada por diferentes processos, tais como corrosão pelo ingresso de fluido no espaço anular entre capa e armadura, desgaste excessivo associado com o contato e atrito entre arames adjacentes ou entre as diferentes camadas metálicas da armadura, ou mesmo a presença de níveis elevados de tensões produzidas pelos carregamentos mecânicos aos quais o riser é submetido durante a operação. O deterioramento progressivo pode dar origem a defeitos localizados que agem como concentradores de tensão e levam o arame à ruptura através de um processo de fadiga.

O duto flexível é capaz de manter-se em operação mesmo com alguns dos arames de suas armaduras rompidos, porém uma sequência de rupturas pode levar à ocorrência de vazamentos ou mesmo a falhas catastróficas. O monitoramento contínuo em tempo real é uma das principais alternativas para evitar que o dano progressivo nas armaduras do riser resulte em acidentes com severas consequências econômicas e ambientais.

Os sistema MODA (Monitoramento Óptico Direto no Arame) de monitoramento de risers flexíveis é capaz de fornecer ao operador alertas instantâneos na eventualidade do rompimento de um dos arames da armadura de tração do riser. Além disso, como o monitoramento é realizado de forma contínua, a análise dos dados obtido pelos sistema MODA produz informações que permitem diagnosticar a real condição do duto flexível, apoiando tomadas de decisões relativas a manutenção e paradas de operação.

Tecnologias pioneiras do PRÉ-SAL

Sistema MODA
Completação Inteligente de Poços

Completação Inteligente de Poços

Sistemas inteligentes de completação são utilizados para permitir a recuperação simultânea e controlada dos diferentes intervalos produtores em poços que atravessam múltiplas zonas de um ou mais reservatórios. A completação inteligente consiste de um sistema, remoto ou local, de monitoração e controle, simultâneos e em tempo real, capaz de gerenciar remotamente (sem intervenção) o fluxo dos fluidos produzidos ou injetados em cada trecho ou zona produtora/injetora potencialmente atuante no poço.

A utilização desta estratégia de completação em conjunto com a utilização de transdutores permanentes de pressão e temperatura adequados a aplicação, permitem ao operador adiantar o início da produção do poço, aumentar a recuperação do reservatório, reduzir o número de intervenções com consequente diminuição de custos operacionais e acelerar a produção total aumentando o valor presente líquido do poço.

Completação Inteligente de Poços
POD

POD

O POD-SCM-CI é a interface submarina do sistema de completação inteligente de poços, que administra um grande número de sinais de comunicação e controle em tempo real. Composto de Unidade Elétrica de Potência (EPU), Power Line Mode (PLM) para comunicação de 10Km e capacidade de armazenamento de dados, o POD instalado entre o poço e a Unidade Estacionária de Produção (UEP) através de ROV.

POD